Artigos

Aracaju - 20/01/14

A ECONOMIA SERGIPANA NA DÉCADA DE NOVENTA, 1ª PARTE

A década de noventa marca uma importante transição no país em direção a uma economia mais aberta e com menor presença do estado. Não seria injusto ou equivocado chamá-la de a década liberal. Foi o período de desconstrução do ideário desenvolvimentista que havia embalado as políticas de estado desde os anos cinquenta.

Na linguagem dos anos noventa, tratava-se de transitar para uma economia mais receptiva aos impulsos de mercado, adotando medidas favoráveis ao seu bom funcionamento (market friendly) e enterrar a herança Vargas. Não sairá da memória dos brasileiros o ataque sistemático às empresas estatais, muito particularmente à Petrobras, a que os ideólogos da época se referiam como Petrossauro, para enfatizar a sua inadequação aos novos tempos.  

A abertura comercial foi um importante ato do enredo econômico que se desenrolava e que se estendia a muitos outros, como a desregulamentação das atividades, a adoção de um amplo programa de privatização, retirada de restrições a atuação do capital externo e aos fluxos internacionais.   

Autor: Prof. Dr. Ricardo Lacerda

Publicações

Guia de Oportunidades para Investidores

Guia - Serviço de Apoio ao Investidor

Análise da Balança Comercial Sergipana - 1º Trimestre/2020

Análise de Balança Comercial Sergipana - Setembro 2018
veja mais

Parceiros

Boletim Sergipe Econômico

Edição - Maio 2020

A Universidade Federal de Sergipe (UFS) e a Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (FIES) sentiram a necessidade de lançar um boletim de indicadores econômicos para subsidiar o debate sobre o desenvolvimento do Estado.
saiba mais

Acompanhe o Sistema FIES nas Redes Sociais

Av. Dr. Carlos Rodrigues da Cruz, 826
Centro Administrativo Dr. Augusto Franco - Edf. Albano Franco - 3° andar
Aracaju/SE - CEP: 49.081-015
Tel. (79) 3226-7418

©2013 NIE. Direitos reservados. Acesso SGW