Artigos

Aracaju - 18/09/12

CRESCIMENTO E CONVERGÊNCIA NO DESENVOLVIMENTO REGIONAL

As desigualdades de níveis de desenvolvimento entre as regiões permanecem muito amplas no Brasil. Em 2009, o Nordeste respondia por apenas 13,9% do Produto Interno Bruto (PIB) quando contava com 27,8% da população nacional de 2010, enquanto a região Sudeste, com 42,1% da população, produzia 54,4% da riqueza nacional.

Entre 1995 e 2009, o Sudeste apresentou o crescimento mais lento entre as regiões brasileiras, 39,2%, equivalente a uma taxa anual de 2,4%. As regiões Norte, Centro-Oeste e Nordeste registraram, por ordem, as taxas mais elevadas do período: 81,3%, 77,8% e 53,4%. A região Sul cresceu 43,7%. Assim, a taxa média anual do Nordeste atingiu 3,1%, superior às apresentadas pelas regiões mais industrializadas, Sudeste e Sul, mas inferior às conhecidas pelas regiões que vêm expandindo a exploração da base de recursos naturais, Norte e Centro-Oeste.

Autor: Prof. Dr. Ricardo Lacerda

Mais artigos desse autor em: http://cenariosdesenvolvimento.blogspot.com

Publicações

Guia de Oportunidades para Investidores

Guia - Serviço de Apoio ao Investidor

Análise da Balança Comercial Sergipana - 2020

Análise de Balança Comercial Sergipana - Setembro 2018
veja mais

Parceiros

Boletim Sergipe Econômico

Edição - Maio 2020

A Universidade Federal de Sergipe (UFS) e a Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (FIES) sentiram a necessidade de lançar um boletim de indicadores econômicos para subsidiar o debate sobre o desenvolvimento do Estado.
saiba mais

Acompanhe o Sistema FIES nas Redes Sociais

Av. Dr. Carlos Rodrigues da Cruz, 826
Centro Administrativo Dr. Augusto Franco - Edf. Albano Franco - 3° andar
Aracaju/SE - CEP: 49.081-015
Tel. (79) 3226-7418

©2013 NIE. Direitos reservados. Acesso SGW